sábado, 4 de dezembro de 2010

Plantel da Lointek praticamente fechado



O plantel da equipa Vasca Lointek sofrerá poucas alterações na época vindoura, estando mesmo a duas contratações de distancia para ser encerrado.
Espera-se uma época de maior participação em provas internacionais, entre elas o Trophee d'Or, Giro de la Toscana, entre outras.

http://www.equipociclistaugeraga.com/noticias.php#Noticia_27Nov

terça-feira, 30 de novembro de 2010

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Trophee d'Or

A Ester encontra-se entre os dias 24 e 28 de Agosto em França em competição no Trophee d'Or, ao serviço da Selecção Nacional.
Tendo acabado a primeira etapa integrada no pelotão, com o mesmo tempo da primeira classificada, a Ester parte para a 3ª etapa na 32ª posição da classificação geral, após um segundo dia de prova que contou com dois sectores. Um sector da parte da manha com 102 Km de extensão, onde a Ester perdeu 30 seg. num corte que o pelotão sofreu nos últimos metros da etapa e um segundo sector da parte da tarde, um contra-relógio de 7,5 Km onde a Ester foi 29ª classificada, ficando a 49 seg. da vencedora da etapa.
Hoje a Ester partirá para os 94,9 Km de etapa com 1:05 de atraso para a primeira classificada, Emma Johanson.

Classificações em www.biciciclismo.com

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Rescaldo de (mais um) fim de semana atribulado.

A Ester foi segunda classificada este domingo nos Campeonatos Nacionais de Estrada (prova em linha) perdendo por 5 segundos para a afamada Vanessa Fernandes.

Após ter sido impedida de defender o titulo de campeã nacional de contra-relógio na 6ª-feira pelo chefe do colégio de comissários, Sr. Miguel Loureiro, devido ao facto de não ter em sua posse a licença desportiva (tinha apenas uma fotocópia da licença e uma declaração da sua equipa, Lointek, a atestar ter a licença em sua posse e dizendo que a Ester não estava de alguma forma sob nenhum tipo de sanção) a Ester viu-se obrigada a fazer uma viagem de carro de 1815 Km ida e volta até Hellín, Espanha, ainda na 6ª-feira para voltar no sábado, por forma a reaver a sua licença a tempo de correr a prova em linha no domingo.
Essa viagem veio-se a demonstrar fatal numa corrida com um ritmo considerável e com a presença de um dos maiores talentos desportivos dos últimos anos, Vanessa Fernandes.
A corrida careceu de táctica ou espectáculo já que desde cedo se destacaram as 4 ciclistas que iriam chegar isoladas à meta (Vanessa Fernandes, Ester Alves, Anais Moniz e Celina Carpinteiro) sem que no intermédio houvesse qualquer ataque de relevo por parte das atletas da frente.
Na última subida a Vanessa fez uso da frescura e facilidade que vinha a demonstrar durante toda a prova deixando a Ester sem capacidade de resposta nos últimos metros.

Mais uma vez foi também notória a diferença entre o desporto amador que é, até ao momento, praticado pelas ciclistas portuguesas, e o desporto profissional representado pela Vanessa Fernandes, o que como é natural, lhe permite apresentar-se numa forma conpletamente diferente.

Deste fim de semana fica o enorme desconsolo de não defender o título de campeã nacional de contra-relógio, um dos maiores objectivos da época para a Ester, e a noção de que o ciclismo português (feminino) tem ainda um longo caminho a percorrer rumo ao profissionalismo e à excelência.

sábado, 26 de junho de 2010

Ester Alves impedida de correr o Campeonato Nacional de contra-relógio.

Numa altura em que tanto se fala de convénios hibéricos e todo o tipo de cooperação entre a Real Federacion Española de Ciclismo e a Federação Portuguesa de Ciclismo, a Ester foi impedida de correr o contra-relógio do Campeonato Nacional.
Na base do problema estava o facto de não ter em sua posse a licença desportiva, um simples cartão que atesta que a atleta está de facto inscrita na federação e que não está de alguma forma sancionada, situação que puderia facilmente ter sido esclarecida via telefone com alguma boa vontade por parte do chefe do colégio dos comissários, o Sr. Miguel Loureiro. Isso aconteceu porque na última etapa do Emakumeen Bira a directora desportiva da Ester e as restantes atletas foram mais cedo embora, tendo deixado a Ester com a pessoa responsavel por a levar ao aeroporto, ficando assim esquecida a licença que, como é natural e os comissários gostam de repetir vezes sem conta, é pessoal e intransmissível.
Contudo, a BUROCRACIA continua a ser palavra de ordem no nosso pequenino e atrasado Portugal.

Ao Sr. Miguel (cuja consciência estará, certamente, extremamente tranquila): Duvido seriamente que alguma vez se tenha sentado em cima de uma bicicleta para algo mais do que ir até à praia. A sua intransigência absoluta é reflexo de alguém completamente alheado do que é o desporto amador em Portugal. Prefiro não acreditar que essa sua atitude teria como objectivo o favorecer de algum outro interesse ou atleta porque isso, então, seria o mais baixo e o mais reles que alguém na sua posição poderia chegar. A verdade é que tal demonstração de tão má vontade e mediocridade, reprovada por todos os demais comissários e organizadores com quem tive o prazer de conversar durante o fim de semana, é uma pequena amostra de tudo o que está mal e precisa de ser "amputado" nos vários serviços administrativos ao longo do país.
Espero que nunca tenha a necessidade e o azar de se cruzar com alguém como o próprio Sr. Miguel Loureiro.

Tendo, desta forma, ficado afastada de um dos seus maiores objectivos da época, e num ano em que todos os escalões melhoraram os tempos feitos no ano passado, fica o (extremamente pequeno) consolo de ter ficado intacto o record do circuito (no escalão feminino) estabelecido pela Ester no ano anterior de 23:29.6, com uma média horária de 42,157 Km/h.

Neste momento encontramo-nos a caminho de Hellín, Espanha, para reaver a licença da Ester.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Orbea



A Ester voltará a utilizar no contra-relógio de hoje, às 17h30, a mesma bicicleta de contra-relógio que utilizou nos dois últimos Campeonatos Nacionais.
Da nossa parte aqui deixamos o nosso agradecimento ao amigo Aires Pereira por ter confiado a bicicleta à Ester e ainda ao ASC-Vila do Conde não só pela roda lenticular mas também pelo apoio na prova.

Resultados para breve.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Contagem decrescente para os Campeonatos Nacionais.


É já no final desta semana que se realizam os Campeonatos Nacionais de Ciclismo, em Sta. Maria da Feira.
A Ester será a última a partir no contra-relógio e correrá os 16,5 Km por volta das 17h40 de 6ª-feira, às portas do conhecido Visionarium.

Domingo será o dia da prova em linha no conhecido circuito do castelo, tendo como ex libris a subida para o castelo em empedrado.
A prova será constituída por 6 voltas ao circuito de 10,5 Km num carrossel de constante altos e baixos, esquerda e direita, que será um verdadeiro "parte pernas" para as ciclistas.



Tanto o contra-relógio como a prova em linha serão provas bastante abertas com a provável e agradável presença de atletas lusas que até ao momento não marcaram presença em competições nacionais. Além disso, o crescimento de novos talentos como a jovem ciclista, Anais Moniz, trará certamente maior competitividade e espectacularidade a ambas as provas.

A Ester tentará, como é natural, defender ambos os títulos conquistados no ano transacto, porém, o facto de se apresentar em competição sem uma equipa que a possa ajudar e, por outro lado, enfrentar equipas bem constituídas, trará, certamente, maior dificuldade à corrida e, como anteriormente referido, maior espectacularidade.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

3ª Prova da Taça de Portugal


É já amanha, dia 19 de Junho, que se irá realizar a 3ª prova da Taça de Portugal de Femininas, em Setúbal.
Pela frente as ciclistas terão 63 Km num pelotão que se espera, à partida, algo reduzido.
A Ester venceu a primeira prova da Taça de Portugal, em Rio de Mouro, vestindo a camisola de líder, porém, viu-se obrigada a faltar à segunda prova da competição por forma a estar presente no Emakumeen Bira, perdendo a liderança para a ciclista do Milharado, Anais Monis.

A Ester está a passar por um período mais complicado de cansaço devido, não só, à dureza do Emakumeen Bira, mas também ao acumular de horas de trabalho.
Estas últimas duas semanas, que marcam a primeira parte da época, serão aproveitadas para descansar o máximo possível para que se possa apresentar nas competições na sua melhor forma física.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Ester Alves integra a Selecção Nacional Liberty Seguros

Ester Alves em entrevista na Ciclismo a Fondo

Fotos e Classificações do Emakumeen Bira 2010


Os links para as classificações e algumas fotos do Emakumeen Bira estão já disponíveis aqui no blog.

domingo, 13 de junho de 2010

Emakumeen Bira chega, finalmente, ao fim.

O Emakumeen Bira chega finalmente ao fim após 5 duras etapas em que a chuva foi uma desagradável constante e acabou por ter uma marcada influência na classificação geral.
Com 137 ciclistas na primeira etapa foram apenas 83 as ciclistas que conseguiram terminar os 4 dias de competição.
A etapa de hoje foi particularmente dura, fazendo com que a anterior líder da classificação geral (Judith Arndt -HTC Columbia) chegasse em 11º, a 5´33" da primeira classificada (V. VLEUTEN, Annemiek) perdendo, desta feita, a liderança para Claudia Hausler (Cervélo Test Team).
Depois de muito azar e desânimo, a Ester conseguiu terminar a competição, nesta etapa em 69º lugar, integrada num grupo de cerca de 15 atletas que perderam 28´09" e, na geral, em 83º lugar, a 1:28.00 da primeira classificada.

O Emakumeen Bira terá, certamente, marcado bastante a Ester.
Independentemente da classificação foi, sem dúvida, um passo essencial na aprendizagem da Ester como ciclista e como atleta e ser-lhe-á muito útil em competições vindouras.

(Mais informação em www.cyclingnews.com -Iurreta-Emakumeen Bira-)

sábado, 12 de junho de 2010

Ester Alves termina a 3ª etapa do Emakumeen Bira na 58ª posição

A Ester cruzou hoje a linha de meta da etapa 3b do Emakumeen Bira integrada num grupo de 30 atletas, com 13´54" de atraso para a primeira classificada (Marianne Vos), chegando, assim, na 58º posição.
A chuva promete ser uma constante até amanha, etapa final da competição com 126 Km de extensão e 3 contagens de 2ª categoria.

Emakumeen Bira -Etapa 3a-

Ester Alves foi 55ª classificada na crono-escalada de hoje, a 2´21" da primeira classificada, Nicole Cooke que completou os 5,9 Km em 15´09".

O pelotão de 137 atletas que iniciou a corrida na 5ª-feira está já reduzido a 95 elementos a duas etapas do fim.

(Mais informações em www.cyclingnews.com)

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Ester vitima de queda no Emakumeen Bira.

E quando pensamos que nada pode correr pior, heis que os azares acontecem.

Na segunda etapa do Emakumeen Bira a chuva, o vento, o frio e a dureza da corrida voltou a marcar presença sendo mesmo fatal para um número significativo de atletas.
Infelizmente a Ester foi umas das infortunadas do dia tendo caído ao Km 20 o que a levou a acabar a corrida a 38min da primeira classificada, depois de ter feito a maior parte da etapa sozinha.
A queda não parece ter trazido problemas de maior a nível físico pelo que a Ester deverá, à partida, alinhar amanha às 9h da manha para uma crono-escalada, esta que antecede a etapa da tarde com 78,7 Km num pelotão que se apresenta já consideravelmente reduzido.

A todas as mensagens e mails de apoio o nosso Muito Obrigado!

Citações:

"It wasn't an easy win. Today's stage was very difficult, with five classified climbs and narrow, twisting roads, and most of the day it rained, too." HTC-Columbia team manager Ronny Lauke

Mais notícias em www.cyclingnews.com.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Um dia mau para Ester Alves.

Desde chuva, estradas estreitas, descidas técnicas, pavé, a primeira etapa do Emakumeen Bira teve de tudo.
Numa etapa que não seria, à partida, de grande dificuldade, a Ester acabou por perder o pelotão a cerca de 20 km para o final, numa descida bastante técnica, com a estrada molhada e que se fez a uma velocidade elevada.
Cortou, então, a meta num grupo mais atrasado, a 6´30" da primeira classificada (93º classificada), a actual líder da Copa do Mundo, Marianne Vos.
Foi, sem dúvida, algo que a Ester não estava a contar, mas a falta de experiência neste tipo de condições de corrida acabou por se mostrar fatal.

Amanha terá pela a etapa rainha da prova com 4 contagens de 3ª categoria e 2 contagens de 2ª numa extensão total de 112,4 Km, onde esperamos que todos os factores se alinhem para que a Ester possa estar ao seu melhor nível.

(Mais notícias em http://www.cyclingnews.com/races/iurreta-emakumeen-bira-2-1/stage-1/results)

Iurreta-Emakumeen-Bira (Etapas e dorsais oficiais)

www.biciciclismo.com:

"Etapas:

1. Etapa: Jueves 10 Junio / 16:30 horas: Iurreta-Iurreta, 88,4 kms.
Km. 57,2 Alto de Miota (3ª)

2. Etapa: Viernes 11 Junio / 15:30 horas: Lekeitio-Lekeitio, 112,4 kms.
Km. 7,6 Milloi (3ª)
Km. 48,4 Lekoitz (2ª)
Km. 59,9 Milloi (3ª)
Km. 70,6 Mendexa (3ª)
Km. 93,6 Lekoitz (2ª)
Km 105,1 Milloi (3ª)

3. Etapa - 1er. Sector: Sábado 12 Junio/ 10:00 horas: Elorrio-Elgeta (2ª), 5,9 kms. Contrarreloj individual
Elgeta (2ª)

3. Etapa - 2º. Sector: Sábado 12 de Junio / 16:30 horas: Iurreta-Zuia, 78,5 kms.
Km. 33,7 Zumeltza (2ª)

4. Etapa: Domingo 13 de Junio / 10:00 horas: Orduña-Orduña, 126 kms.
Km. 55 Mendaika (2ª)
Km. 90 Angulo (2ª)
Km. 115 Orduña (2ª)

Dorsales oficiales:

HTC COLUMBIA WOMEN
1 ARNDT, Judith (GER)
2 CANTELE, Noemi (ITA)
3 KELLER, Luise (GER)
4 VAN DIJK, Ellen (NED)
5 VISSER, Adrie (NED)
** Dir.:Ronny Lauke

-AUSTRALIA N.T.
11 CROMWELL, Tiffany (AUS)
12 NEYLAN, Rachel (AUS)
13 JACOBS, Lisa (AUS)
14 SPRATT, Amanda (AUS)
15 TAYLOR, Carlee (AUS)
** Dir.:Martin Barras

-REDSUN C.T.
21 JOHANSSON, Emma (SWE)
22 PIJNENBORG, Mascha (NED)
23 SILVERSIDES, Emma (GBR)
24 BRZEZNA, Paulina (POL)
25 HENRION, Ludivine (BEL)
26 DIJKMAN, Petra (NED)
** Dir.:Heidi Van de Vijver

-TOPSPORT-VLAANDEREN
31 DRUYTS, Kelly (BEL)
33 DUFOER, Sjouke (BEL)
34 BEYEN, Ine (BEL)
35 VAN LOOY, Katrien (BEL)
36 DAAMS, Jessie (BEL)
** Dir.:Cristel Herremans

-BIZKAIA-DURANGO
41 ORTIZ, Sara (ESP)
42 ALCALDE, Cristina (ESP)
43 ZORRILLA, Dorleta (ESP)
44 GARCIA, Ana Belen (ESP)
45 MARTIODA, Amaia (ESP)
46 TUDEL, Ariadna (AND)
** Dir.:Jon Andoni lorriaga

-LOTTO-LADIES TEAM
51 ANDREASSON, Veronia (SWE)
53 BURGER, Lynette (RSA)
54 MOOLMAN, Ashleigh (RSA)
55 TOMIC, Josephine (AUS)
56 WHITELAW, Vicki (AUS)
** Dir.:Dany Schoonbaent

-NETHERLANDS N.T.
61 BLAAK, Chantal (NED)
62 BOSMAN, Andrea (NED)
63 BRAND, Lucinda (NED)
64 VAN DEN BROEK, Irene (NED)
65 VAN DER BREGGEN, Anna (NED)
66 PIETERS, Amy (NED)
** Dir.:Johan Lammerto

-LOINTEK
71 GIL, Leticia (ESP)

72 ALVES, Ester (POR)

73 GONZALEZ, Lucia (ESP)
74 EXPELDE, Mireia (ESP)
75 GALVEZ, Debora (ESP)
76 MASDEU, Judith (ESP)
** Dir.:Dolores Sansano

-GREAT BRITAIN N.T.
81 COOKE, Nicole (GBR)
82 COLCLOUGH, Katie (GBR)
83 MARTIN, Lucy (GBR)
84 PROTT, Emma (GBR)
85 WILLIAMSON, Catherine (GBR)
** Dir.:Simon Cope

-CERVELO TEST TEAM
91 HAUSLER, Claudia (GER)
92 SCHWAGER, Patricia (SUI)
93 RYAN, Carla (AUS)
94 DECROIX, Lieselot (BEL)
95 BECKER, Charlotte (GER)
96 ARMITSTEAD, Elizabeth (GBR)
** Dir.:Egon Van Kessel

-NETHERLAND BLOEIT
101 VOS, Marianne (NED)
102 GUNNEWIJK, Loes (NED)
103 KANIS, Janneke (NED)
104 MARKERINK, Loes (NED)
105 FRANCKE, Agnieta (NED)
106 VAN VLEUTEN, Annemiek (NED)
** Dir.:Eric Van den Boom

-DEBABARRENA-KIROLGI
111 RAFAEL, Inma (ESP)
112 YUNTA, Ana (ESP)
113 SANTESTEBAN, Ane (ESP)
114 PEREIRO, Inmaculada (ESP)
115 LASA, Izaro (ESP)
116 OLABERRIA, Leire (ESP)
** Dir.:Juan Jose Sebastian

-GAUSS RDZ ORMU
121 BRONZINI, Giorgia (ITA)
122 SUELOTTO, Eleonora (ITA)
123 BORGATO, Giada (ITA)
124 KUCHISKAYA, Elena (RUS)
125 PUCINSKAITE, Edita (LTU)
126 BRAS, Martine (NED)
** Dir.:Luisiana Pegaro

-MICHELA FANINI RECORD ROX
131 PITEL, Edwige (FRA)
132 RUZICKOVA, Martina (CZE)
133 OVCHARENKO, Nina (UKR)
134 MARMORINI, Alice (ITA)
135 HIBBERD, Carly M (AUS)
136 GUARISCHI, Barbara (ITA)
** Dir.:Gianfranco Miele

-TOLOSA C.F.
141 AIERDI, Ainhoa (ESP)
142 ESLAVA, Joana (ESP)
144 GOMEZ, Maria J. (ESP)
145 LARRAÑAGA, Lide (ESP)
146 ALMAGRO, Erkuden (ESP)
** Dir.:Agustin Pagola

-S.N. ITALIA
151 CECCHINI, Elena (ITA)
152 GATTO, Viviana (ITA)
153 RONCHI, Giulia (ITA)
154 TAMANINI, Luisa (ITA)
155 ARMAN, Isabella (ITA)
156 ZORZI, Susana (ITA)
** Dir.:Eduardo Savoldi

-FASSA BORTOLO-GHEZZI
161 BERLATO, Elena (ITA)
162 CARRETTA, Valentina (ITA)
163 CORNEO, Sigrid (SLO)
164 FIORI, Jennifer (ITA)
165 PRESTI, Gloria (ITA)
166 VALESCCHI, Silvia (ITA)
** Dir.:Laura Pisaneschi

-SAFI-PASTA ZARA
171 ANDRUK, Alona (UKR)
172 KOZONCHUK, Oxana (RUS)
173 PATUZZO, Eleonora (ITA)
174 CILVINAITE, Inga (LTU)
175 SEREIKAITE, Vilija (LTU)
176 TREBAITE, Ausrine (LTU)
** Dir.:Diana Zilute

-TEAM VALDARNO
181 O'DONNELL, Bridie (AUS)
182 VILAJOSANA, Marta (ESP)
183 CORAZZA, Martina (ITA)
184 BELVEDERESI, Tania (ITA)
185 BACCAILLE, Monia (ITA)
186 MASSACCESI, Alessia (ITA)
** Dir.:Giancarlo Montedori

-GERMAN N.T.
191 ZUCKERMANDEL, Denise (GER)
192 MERTEN, Franziska (GER)
193 SCHNITZMEIER, Anna B. (GER)
194 DITTMANN, Laura (GER)
195 BRENNAUER, Lisa (GER)
196 KUPFERNAGEL, Hanka (GER)
** Dir.:Thomas Liese

-GIANT PRO CYCLING
201 GAO, Min (CHN)
202 LIU, Xin (CHN)
203 LUO, Xiao Ling (CHN)
204 ZHAO, Na (CHN)
205 SHI, Lina (CHN)
206 FAN LI, Shen (CHN)
** Dir.:Wu Weipei"

quarta-feira, 9 de junho de 2010

De partida para o Emakumeen Bira

Ester Alves acaba de embarcar no aeroporto Francisco Sá Carneiro rumo a Bilbau com vista à participação no Emakumeen Bira-2010.

A prova terá 5 etapas entre os dias 10 e 13 (5ª-feira e domingo) sendo que num dos dias, a juntar à prova em linha, as ciclistas terão pela frente um contra-relógio de 5,9 Km.

A Ester irá correr entre as melhores ciclistas do mundo (Mariane Vos, Emma Johanson, Nicole Cooke, Tatiana Guderzo, etc) pelo que aguardamos , certamente, por uma excelente participação da Ester ela que é a única representante portuguesa em prova.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Pelotão de luxo no Emakumeen Bira

www.biciciclismo.com:

"Marianne Vos correrá la Emakumeen Bira
La número uno mundial Marianne Vos ha confirmado la organización su presencia en la Iurreta-Emakumeen Bira (10-13 junio) por lo que la ciclista holandesa estará en la línea de salida el próximo jueves día 10.

Con la presencia de Vos, que ya venció en 2008, la Bira se asegura la mejor participación posible con los mejores equipos y corredoras del mundo y se prevé una edición intensa.

Judith Arndt, Nicole Cooke, Emma Johansson, Claudia Haüsler, Louise Keller, Tatiana Guderzo, Hanka Kupfernagel, Suzanne De Goede, Loes Gunnewijk, Noemi Cantele, Tiffany Cromwell, Anna Sanchís, Rochelle Gilmore, Ana Galves, Erika Vilunaite, Mirjam Melchers, Edita Pucinskaite, Giorgia Bronzini,Elena Berlato, Monia Baccaille... son algunas de las ciclistas que estarán en la salida.

La participación será de 23 equipos. Estarán ocho de los diez mejores del mundo, Cervélo, Netherland Bloeit, Columbia, Lotto, Redsun, Gauss, Valdarno y Fenixs, además de Topsport Vlaanderen, Giant, Michela Fanini, Fassa Bortolo, Safi Pasta y Alriksson Go.

Asimismo, estarán cinco de las mejores selecciones del mundo: Australia, Gran Bretaña, Holanda, Italia y Alemania.

Los equipos vascos Bizkaia-Durango, Lointek, Debabarrena y Tolosa completan la participación"

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Ester Alves no Iurreta-Emakumeen Bira -edição 2010-

Confirmada a presença de Ester Alves na edição de 2010 do Emakumeen Bira.

Segue-se a transcrição da notícia publicada em www.biciciclismo.com:


"La 23ª edición de la Iurreta-Emakumeen Bira ha presentado un menú atractivo de cuatro etapas, entre el 10 y el 16 de junio, y con la mejor participación posible. Los mejores equipos y corredoras del mundo estarán en la línea de salida. Campeonas del mundo y olímpicas, ganadoras del Giro, de pruebas de Copa del Mundo así como de la propia Bira no faltarán en Iurreta.

Serán un total de 23 escuadras de todas las partes del mundo que degustarán un recorrido muy exigente, sobre todo en la segunda etapa de Lekeitio y el último día en Orduña, así como la cronoescalada a Elgeta.

Etapas

1. Etapa: Jueves 10 Junio / 16:30 horas: Iurreta-Iurreta, 88,4 kms.
Km. 57,2 Alto de Miota (3ª)

2. Etapa: Viernes 11 Junio / 15:30 horas: Lekeitio-Lekeitio, 112,4 kms.
Km. 7,6 Milloi (3ª)
Km. 48,4 Lekoitz (2ª)
Km. 59,9 Milloi (3ª)
Km. 70,6 Mendexa (3ª)
Km. 93,6 Lekoitz (2ª)
Km 105,1 Milloi (3ª)

3. Etapa - 1er. Sector: Sábado 12 Junio/ 10:00 horas: Elorrio-Elgeta (2ª), 5,9 kms. Contrarreloj individual

3. Etapa - 2º. Sector: Sábado 12 de Junio / 16:30 horas: Iurreta-Zuia, 78,5 kms.
Km. 33,7 Zumeltza (2ª)

4. Etapa: Domingo 13 de Junio / 10:00 horas: Orduña-Orduña, 126 kms.
Km. 55 Mendaika (2ª)
Km. 90 Angulo (2ª)
Km. 115 Orduña (2ª)

Equipos

Los equipos han respondido y será una vuelta muy internacional, con equipos de Holanda, Alemania, Bélgica, Italia, Gran Bretaña, Rusia, Hong Kong, Australia, Suecia y España.

En la línea de salida estarán ocho de los diez mejores equipos del mundo, Cervélo, Netherland Bloeit, Columbia, Lotto, Redsun, Gauss, Valdarno y Fenixs, además de Topsport Vlaanderen, Giant, Michela Fanini, Fassa Bortolo, Safi Pasta y Alriksson Go.

Asimismo, estarán cinco de las mejores selecciones del mundo: Australia, Gran Bretaña, Holanda, Italia y Alemania.

Los equipos vascos Bizkaia-Durango, Lointek, Debabarrena y Tolosa completan la participación.

Algunas de las corredores anunciadas son: Judith Arndt, Nicole Cooke, Emma Johansson, Claudia Haüsler, Louise Keller, Tatiana Guderzo, Hanka Kupfernagel, Suzanne De Goede, Loes Gunnewijk, Noemi Cantele, Tiffany Cromwell, Anna Sanchís, Rochelle Gilmore, Ana Galves, Erika Vilunaite, Mirjam Melchers, Edita Pucinskaite, Giorgia Bronzini, Elena Berlato, Monia Baccaille..."

segunda-feira, 24 de maio de 2010

La Maquina!

Este foi, sem dúvida, um dos fins de semana mais bem sucedido dos últimos tempos.

Tendo, na corrida de sábado, dado a vitória à sua colega Mireia Epelde, que se sagrou campeã de Euskadi, a Ester volta a ser uma peça fundamental na vitória da sua colega, na corrida de domingo em Navarra.
Com o sentimento de missão cumprida no dia anterior, a Ester partiu para a segunda prova do fim de semana sem qualquer tipo de receios, enfrentando desde cedo o vento de peito aberto.
Anuladas todas as fugas por si e pelas suas companheiras, foi a duas voltas do fim que a Ester arrancou levando na sua roda apenas uma atleta da Biskaia-Durango. Contudo, a dificuldade técnica das descidas fez com que o pelotão absorvesse a fuga na última volta, ficando a vitória para ser discutida ao sprint, com nova vitória de Mireia Epelde.

Ainda as atletas não tinham recuperado do esforço despendido durante a primeira corrida e já os comissários estavam a chamar as atletas para a crono escalada de 3 Km que se iria realizar.
A subida era bastante exigente obrigando as atletas a subir com os andamentos mais leves que tinham disponíveis.
Do resultado sabemos apenas que Mireia Epelde conseguiu alcançar o 2º lugar, porém, a classificação das restantes ciclistas da equipa, cuja função principal foi trabalharem para a sua líder, Mireia, é ainda desconhecida.

Depois de um fim de semana bem conseguido, fica a expectativa de receber a convocatória para integrar a equipa de 6 ciclistas que irão correr o Emakumeen Bira, daqui a sensivelmente 3 semanas.

(Luís Bompastor)

sábado, 22 de maio de 2010

2º lugar no Campeonato de Euskadi

Dificilmente poderia ter corrido melhor a prova de hoje, corrida em Sopelana e organizada pela Sociedad de Ciclismo de la S.D.Ugeraga (Lointek).
Numa prova marcada pela dureza do percurso e pelo calor que se fez sentir a Lointek voltou a dominar a corrida, conseguindo, na linha da meta, o 1º, 2º, 3º, 5º, 6º 7º, 9º e 10º lugar.

A corrida saiu ao máximo logo de inicio, função levada a cabo pela Silvia Tirado (Lointek) e pela Judith (Lointek).
O efeito dessa aceleração foi, então, notório, fraccionando bastante o pelotão.
Contudo, a decisão da corrida deu-se no momento em que do pelotão saiu Leticia Gil, que aproveitando a acentuada subida, ganhou de imediato uma vantagem considerável para o pelotão.
De seguida, seguindo a táctica delineada, saiu a Ester do pelotão, juntando-se de imediato a sua colega que seguia com alguns metros de avanço.
A colaboração entre elas fez com que a fuga se mantivesse durante largos quilómetros com 40"/1´ de vantagem para o pelotão.
Só quando lhes foi comunicado que a cerca de 20" seguia uma outra colega de equipa, Mireia Epelde (Lointek) que tentava fazer a junção ao grupo fugitivo, é que a Ester e a Leticia abrandaram, para que pudessem seguir as três.
Após a junção o ritmo tornou-se mais vigoroso e Leticia não se conseguiu manter no grupo, ela que está ainda em fase de recuperação depois de ter estado doente.
Seguiram então as duas ciclistas até à meta, Ester (Lointek) e Mireia (Lointek), optando na linha da meta por deixar Mireia cortar em primeiro, ela que necessitava dos respectivos pontos para assegurar a liderança do Campeonato de Euskadi.

Depois de tão boa prestação por parte de toda a equipa e de uma sensação de pleno estado de forma a satisfação é imensa.
Além disso, podendo as forças já não ser as mesmas, a motivação é ainda maior para enfrentar a prova em linha e a crono escalada em que a Lointek irá participar amanha.

Notícias:
http://www.biciciclismo.com/cas/site/noticias-ficha.asp?id=26607

(Luís Bompastor)

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Torneo Euskaldun

No próximo fim de semana, dia 22 e 23, a Ester entrará novamente em acção no País Basco.

As ciclistas terão pela frente duas corridas do Torneo Euskaldun, uma sábado e outra domingo, corridas estas que deverão ser decisivas para a selecção das 6 atletas da Lointek que irão correr o Emakumeen Bira, uma prova de 4 etapas a decorrer entre os próximos dias 10 e 13 de Junho.
Desconhecemos ainda o formato que as provas irão tomar ou o percurso, porém, quanto mais duro melhor :)

domingo, 16 de maio de 2010

Domínio completo da Lointek no XV GP San Isidro

Correu-se ontem em Madrid o XV GP San Isidro, pontuável para a Copa de Espanha, corrida esta em que a Lointek coloca duas atletas no pódio em 1º (Fanny Riberot) e em 3º lugar (Maria Belén).

Num traçado que rodeava a "Casa de Campo", uma espécie de "Central Park" de Madrid, as ciclistas tiveram pela frente um circuito praticamente sem terreno plano, em que a subida mais exigente era a que coincidia com a chegada à meta, junto ao teleférico desse mesmo parque.
Na tentativa da defesa da liderança nessa competição a Lointek apresentou-se novamente com uma atitude bastante agressiva respondendo a todas as tentativas de fugas por parte das adversárias tentando, também, colocar atletas suas na frente da corrida. Para tal foi essencial o trabalho da Mireia, da Judith, da Sílvia, da Belén e da Ester, que deram todo o que tinham e o que não tinham para que a sua colega, Lucía Gonzalez, pudesse terminar a corrida como líder da classificação geral.











Foi então que na penúltima volta um ataque por parte da ciclista Fanny Riberot (Lointek) ditava o destino da corrida.
Com, apenas, a ciclista Sara Ortiz (Bizkaia-Durango) a conseguir seguir na sua roda, as ciclistas chegaram à meta com escassos 8" de vantagem, num sprint ganho pela colega da Ester, Fanny Riberot:



As restantes atletas chegaram num segundo grupo, sendo de fazer referência para o bom lançamento que a Ester proporcionou à sua colega Maria Belén, conseguindo esta o 3º lugar ao sprint e a Ester o 8º lugar na geral:




Embora a Lointek tenham falhado o principal objectivo da corrida perdendo a camisola de líder da Copa de Espanha para a ciclista Rosa Bravo, a equipa mostrou mais uma vez todo o potencial do colectivo através de um marcado domínio durante toda a corrida.
Já para a Ester, esta corrida assumiu particular importância no sentido que foi um ponto chave de aprendizagem e de reconhecimento àquelas que, como ela, deram o seu máximo durante toda a corrida para um único objectivo que não a vitória individual.
Foi o aperceber-se de uma atitude altamente altruista que irá, certamente, marca-la para corridas futuras.

Sites:
- http://www.biciciclismo.com/cas/site/noticias-ficha.asp?id=26359

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Copa de Espanha em Madrid -15 de Maio-



Com uma confirmação feita à última da hora, a Ester está novamente de viagem para Madrid onde correrá amanha, sábado, a Copa de Espanha, pelas 16h (hora espanhola)
As ciclistas terão pela frente 10 voltas a um circuito de 8 km, num total de 80 km que se esperam exigentes.
Dada a decisão tardia e o facto da Ester trabalhar até às 22h de hoje, a viagem para Madrid será feita de carro com partida às 7h da manha (hora portuguesa) e chegada prevista às 14h30 (hora espanhola).

Têm sido semanas e fins de semanas de grande desgaste físico e mental para a Ester, que não tem chegado às corridas nas melhores condições, mas o facto de a equipa fazer questão que vá às corridas é sinal do valor e da confiança que já depositam na Ester, ela que integra a Lointek há pouquíssimo tempo.

Mais uma vez a Ester terá como principal missão o auxílio à sua colega de equipa, Lucía Gonzalez, ela que é ainda líder da classificação geral da Copa de Espanha.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Rescaldo do Trofeo Rafel Fabra



Um forte conjunto e uma táctica bem montada dão a vitória e o controlo absoluto do Trofeo Rafel Fabra à Selecção Americana.

A Lointek partiu para mais uma Copa de Espanha com o mesmo objectivo das anteriores corridas: Proteger a actual líder da classificação geral, Lucía Gonzalez.
Desta forma, eram as suas colegas de equipa que tinha indicações para não deixarem a corrida abrandar e atacarem todas, uma de cada vez, para tentar fugir e anular potenciais fugas.
Com 35 km de corrida cumpridos, foi a vez de as juniores se juntarem ao pelotão para correr os 80 km previstos para o seu escalão.
Foi nessa altura, aproveitando a "frescura" das atletas juniores, que Evelyn Stevens, vencedora do contra-relógio do dia anterior, aproveitou para seguir na roda de duas das suas companheiras juniores, fugindo assim ao pelotão, sem que a Ester ou a maior parte das ciclistas se apercebesse que seguia na fuga uma atleta Elite.
O bom trabalho entre as três ciclista foi extremamente eficaz, chegando a fuga a ter 6´de avanço sobre o pelotão.

O pelotão seguiu mais ou menos compacto até que nos últimos 20/15 km formou-se outro grupo perseguidor de 3 ciclistas, representado pelas melhores equipas em competição (Lointek, Bizkaya, USA)
Foi então que o pelotão abrandou e se definiram os grupos que chegariam à meta: Um grupo fugitivo com cerca de 2´40" de vantagem para o grupo perseguidor e cerca de 4´19" para o grupo onde seguia a Ester.
A Ester ficou, então, em 8º lugar das Elites e 15º lugar na classificação geral.

Com um bloco constituído por algumas das melhores atletas profissionais a nível mundial, a selecção americana não deixou escapar os lugares cimeiros da competição. Eram elas:

-Evelyn Stevens (Team High Road - http://www.highroadsports.com/team/66-Evelyn-Stevens -)
-Coryn Ribera (http://www.corynrivera.com/)
-Kaitie Antonneau (http://kantonneau.blogspot.com/)
-Ally Stacher (http://www.webcorcycling.com/2010/bios/stacher.html)
-Kendall Ryan
-Jessica Prinner

A Ester aproveitará as próximas duas semanas para ficar em casa a descansar e a preparar as próximas competições a decorrer nos dias 22 e 23 de Maio em Sopelana, País Basco.

Sites:

Classificações: http://www.ciclisme.cat/clasificaciones/clasificacion_General_Feminas_Torroella.pdf
Fotos: http://www.sportimagen.com/galerias.php?galeria=259

sábado, 8 de maio de 2010

Trofeo Rafel Fabra -7º lugar no primeiro contra-relógio da época-

Decorreu hoje, pelas 3h da tarde, o contra-relógio do Trofeo Rafel Fabra, em Girona.
Numa prova marcada pela forte presença da selecção nacional americana e pelo vento forte que se fez sentir, a Ester foi sétima classificada, ficando a cerca de 20" da campeã nacional de Espanha.

Mais uma vez, fruto do ciclismo não-profissional que se vive em Portugal (neste caso, a Ester), a Ester não partiu para este fim de semana nas melhores condições.
A viagem para Barcelona, teve de ficar para hoje, sábado, ás 8h da manha, já que a Ester só sairia do trabalho ás 22h de 6ª-feira.
Tendo acordado ás 5h45 e chegado ao aeroporto por volta das 6h50, não foi se não ás 10h30 que o avião levantou vôo com 2h de atraso, causadas pela tão polémica nuvem de cinzas.
Chegada a Barcelona, a Ester teve ainda pela frente 140 km de viagem até Girona, onde chegou pouco tempo antes do contra-relógio sem ter tido sequer oportunidade de se alimentar convenientemente.
Chegada a Girona, foi o tempo de afinar a bicicleta de contra-relógio para as suas medidas, já que a Ester ainda não tinha experimentado sequer a bicicleta, aquecer e partir.
A Ester foi a primeira Elite a sair, altura em que o vento se fazia sentir com maior intensidade tendo, depois, reduzindo progressivamente até à última corredora em prova.
A primeira classificada foi Evelyn Stevens (15ª classificada no Campeonato do Mundo, em Mendrisio, e ciclista da Team Columbia) que dominou a prova por larga vantagem, em 2º lugar ficou uma colega da Ester e campeã nacional espanhola de contra-relógio (Debora Gonzalez) e em sétimo, depois de 3 americanas e outra ciclista da Lointek ficou a Ester, a 1´06" da primeira classificada.

A Ester não chegou a esta prova nas melhores condições, ainda assim, não deixou de sentir um prazer enorme em montar uma "cabra" e dar tudo o que tinha, metro após metro, até ao final.

Amanha, correrá pelas 10h (hora espanhola) o Trofeo Rafel Fabra, pontuável para a Copa de Espanha.

Sites:

Fotos: http://www.facebook.com/photo.php?pid=31297027&id=1336542256
Cassificações: http://www.ciclisme.cat/clasificaciones/CAMPIONAT_DE_CATALUNYA_CRI_DE_FEMINESl.pdf

(Em actualização)

terça-feira, 4 de maio de 2010

2ª Jornada Dupla -8 e 9 de Maio-


Nos próximos dias 8 e 9 de Maio a Ester terá duas provas a disputar em Girona, Espanha.

No sábado a Ester enfrentará algumas das melhores ciclistas de Espanha num contra-relógio individual, modalidade esta em que a Ester se sente particularmente bem e motivada para o esforço individual.
A prova terá apenas 9 km (o que de certa forma não beneficia a Ester!) e terá início pelas 16h da tarde (hora Espanhola).

Já no domingo terá pela frente o Trofeo Rafel Fabra com 115 km de extensão, também em Girona, nesta que será, para a Ester, a primeira Copa de Espanha da época.

(Luís Bompastor)

domingo, 2 de maio de 2010

Vitória na 1ª Prova da Taça de Portugal





Ester Alves volta às vitórias com o primeiro lugar em Rio de Mouro, primeira prova pontuável para a Taça de Portugal.

Depois do último fim de semana de competições em solo lusitano, onde tudo correr da pior forma possível, a vitória em Rio de Mouro não podia ter vindo em melhor altura.
Á partida era de esperar que esta competição corresse bem, devido ao percurso acidentado de Rio de Mouro, contudo, a incerteza pairava no ar.

Com alguns minutos de corrida, saía do pelotão uma atleta da Ouribike sem que a Ester se conseguisse sequer aperceber.
Contudo, o pelotão permaneceu compacto até que um ataque da Ester fraccionasse definitivamente o grupo.
Formava-se assim um grupo perseguidor (Ester (ASC-Vila do Conde), Anais(Milharado) e Celina (Ouribike)) que rapidamente ultrapassou a ciclista da Ouribike, que chegou a ter praticamente 2 minutos de vantagem, definindo assim a cabeça da corrida.
Fruto do ritmo vivo que se fazia sentir no grupo das fugitivas a ciclista da Ouribike (Celina Carpinteiro) acabou por ficar para trás, deixando o duo da Ester e da Anais para discutirem a corrida entre si.
É de salientar o bom entendimento entre a Ester e a Anais que deixaram a discussão da corrida para a última volta, tendo a Ester saído vencedora.
De parabéns está também outra ciclista do ASC-Vila do Conde, Ana Rocha, que terminou a corrida na 8º posição, nesta que foi a sua 4 prova de ciclismo de estrada.

É de referir o comunicado (oficioso) de que a Federação irá convocar algumas atletas para um estágio a ser realizado em Sangalhos, no velódromo nacional, com vista à preparação de uma equipa feminina que irá participar no Trophée d´Or em França, no final do mês de Agosto.

Fotos:





(Luís Bompastor)

quarta-feira, 28 de abril de 2010

1ª prova da Taça de Portugal de Femininas



É já no próximo domingo, dia 2 de Maio, que terá inicio a Taça de Portugal de femininas, prova esta em que a Ester estará presente em detrimento da participação da 4ª prova pontuável para o Torneo Euskaldun, no País Basco. (Tal facto deve-se ao cumprimento dos compromissos assumidos no inicio da presente época.)

A prova irá ter lugar no circuito de Rio de Mouro, circuito este que tem vindo a ser palco da prova de abertura das femininas e no qual a Ester já triunfou por duas vezes em edições anteriores.
A prova terá 54 km de extensão que as ciclista terão de cumprir dando cerca de 10 voltas ao circuito e, sendo um terreno mais acidentado que a prova de abertura, em Loulé, espera-se uma corrida bastante mais interessante do ponto de vista competitivo.
É também esperada a presença de maior número de atletas o que contribuirá, certamente, para o espectáculo.

(Luís Bompastor)

P.S.: Será também neste fim de semana, finalmente, que iremos conhecer o (sobrinho) Afonso que nasceu no dia 4 de Abril :)

domingo, 25 de abril de 2010

Missão Cumprida e mais uma Vitória para a LOINTEK!!!



Com o pelotão a chegar compacto na linha da meta, foi Belen Lopez (LOINTEK) a mais forte ao sprint na 3ª prova do Torneo Euskaldun, com a Ester a chegar na 9ª posição e a sua colega, Lucía, na 4ª posição a manter a camisola de lider.

A prova não apresentou nenhuma dificuldade montanhosa fazendo com que o pelotão se mantivesse unido até ao final. Ainda assim, o trabalho da Ester foi fundamental para que nenhuma das investidas por parte das outras equipas pudesse vingar.

http://www.biciciclismo.com/cas/site/noticias-ficha.asp?id=25639

(Notícia em actualização!)

sábado, 24 de abril de 2010

25 de Abril, dia da Liberdade....ou será não?!



É já amanha pelas 10h da manha (hora espanhola) que terá inicio a 3ª prova pontuável para o Torneo Euskaldun.

Chegada à sede da equipa, em Sopelana, Bilbau, a moral é a melhor possível já que a Lointek parte para a corrida de amanha com a camisola de líder da competição, envergada pela ciclista Lucía Gonzalez.
A Ester terá pela frente 85 km de terreno plano, numa corrida em que terá como principal objectivo prestar auxílio à sua colega de equipa, com vista à continuidade da liderança na prova.

Com metade da equipa a correr uma outra corrida, em França, a Lointek alinhará com ESTER, CRISTINA, JUDIT, LUCIA e BELEN.

É de referir a presença de uma formação portuguesa, a Frindus, na competição de amanha a realizar em Iurreta, País Basco.

Luís Bompastor

quinta-feira, 22 de abril de 2010

E-mail da Federação Portuguesa de Ciclismo




Segundo a informação que nos chegou (por linhas travessas) a Federação Portuguesa de Ciclismo enviou hoje um E-mail aos directores desportivos no qual refere a obrigatoriedade de as corridas das elites femininas terminarem com uma média não inferior a 38 km/h sob pena da mesma não ser homologada.
Sendo assim, uma corrida cuja média seja inferior a 38 km/h, não dará direito a prémio monetário nem a pontos para a competição em disputa.

Pessoalmente, parece-me ser uma regra algo difícil de cumprir dado o número reduzido de ciclistas no pelotão nacional feminino e toda a falta de táctica ciclista que isso acarreta.
O ciclismo feminino necessita de restruturações mais profundas.
O simples facto de existir uma equipa (Ouribike) com um grande número de ciclistas e, as outras equipas, serem constituídas apenas por uma, duas ou três ciclistas, limita bastante, só por si, a dinâmica da corrida.
Além disso, haverá corridas (como a 1ª prova da Taça de Portugal, em Rio de Mouro) em que será muito difícil, se não impossível, de se fazer uma média superior a 38 km/h.

Porém, se tal medida servir para acabar com o marasmo de certas e determinadas atletas, será muito bem vinda. (!)

Aproveito a deixa e deixo aqui algumas ideias que, a meu ver, seriam de extrema importância para o desenvolver do ciclismo feminino:

1- Era importante que as corridas das femininas fossem realizadas nos mesmos dias que as corridas de outros escalões masculinos.
Porque não aproveitar toda a logística e os espectadores de uma prova de júniores ou sub-23 masculinos, para realizar as provas das femininas? Mesmo que em horários diferentes...
Os júniores correm distâncias totalmente ao alcance das femininas e, se os sub-23 fazem, por vezes, alguns quilómetros a mais, porque não colocar a partida alguns quilómetros mais à frente ou definir um número de voltas inferior para as femininas?

2- Era importante que fosse criado, pela federação, um grupo de trabalho nacional (uma selecção nacional) por forma a trabalhar e levar mais longe as ciclistas de grande valor que Portugal tem.
Com o recente apoio da Liberty Seguros e com as fantásticas infra estruturas do Centro de Alto Rendimento de Sangalhos, não se justifica que não tenhamos, a par dos júniores e sub-23, uma equipa nacional de femininas a treinar e a preparar provas no estrangeiro.
Tal situação seria fundamental para a criação de modelos que as ciclistas mais jovens pudessem seguir e de objectivos mais altos que elas quisessem traçar. Já para não falar na projecção ao nível dos média, fundamental para o recrutamento de novas atletas.

3- A par das corridas da Taça de Portugal era importante fazer algumas corridas em circuito, mais junto da população.
Aproveitem as marginais junto às praias ou ruas perto de zonas comerciais para fazer corridas rápidas e curtas.
Numa só tarde podem-se fazer várias corridas, por pontos, por eliminação, contra-relógio por equipas, etc.
Temos de levar o ciclismo feminino para junto da população para que, um dia, a população o possa seguir como segue a Vola a Portugal.

Sei que não sou o único com ideias ou opiniões e que o concretizar dessas mesmas ideias é bem mais difícil do que estar sentado frente ao MAC a teclar, mas.......

(Luís Bompastor)

domingo, 18 de abril de 2010

Lucía González vence em Derio (Copa España)

Lucía González, segunda classificada há 3 semanas em Balmaseda aquando da vitória da Ester, foi hoje a grande vencedora da 1ª prova da Copa de Espanha chegando à meta com 28 segundos de vantagem para a segunda classificada.

www.biciciclismo.com:

"Lucía González ha certificado su dominio de su equipo Lointek y ha ganado el Gran Premio Txori Erri en Derio, puntuable para la Copa de España y el Torneo Euskaldun.

Elite y sub 23:
1. Lucía González (Lointek) 2:53:38
2. Rosa María Bravo (Tinlohi) a 28
3. Cristina Alcalde (Bizkaia-Durango) m.t.
4. Silvia Tirado (Lointek) m.t.
5. Belén López (Lointek) m.t.
..."

Os nossos parabéns à Lointeke em particular à Lucía!

Ester e Luís

Nuvem de cinzas impede a participação da Ester na 1ª Copa de Espanha

Inicio de época azarado!
Depois do fim de semana passado não ter corrido como era esperado, deata vez foi devido à nuvem de cinzas que está a afectar todo o tráfego aéreo.
A Ester foi ontem obrigada a voltar de Lisboa, onde fazia escala, para o Porto, ficando assim impedida de continuar rumo ao aeroporto de Bilbau onde chegaria por volta das 18h30.

A próxima competição da Ester fica assim adiada para o próximo domingo, dia 25 de Abril, segunda prova pontuável para o Torneo Euskaldun.
Lembro que a Ester ganhou a primeira corrida desta competição em Balmaseda.

Luís Bompastor

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Segunda corrida pela Lointek

É já amanha, pelas 13h40, a partida da Ester rumo a Bilbau, para correr a primeira Copa de Espanha em Derio, País Basco.
Apanhamos um pequeno susto com a marcação da viagem através da TAP mas ficou tudo bem.
Esperemos é que a tal nuvem de cinzas não resolva mudar de sitio e não venha a impedir a viagem.

Ainda com várias pisaduras e algumas dores no ombro direito, fruto da queda de sábado, a Ester parte motivada. Para tal, contribuem o facto de ter iniciado a sua investida espanhola com o pé direito, ganhando em Balmaseda há cerca de 3 semanas e ainda o facto desta corrida ter sido ganha, no ano passado, pela ciclista Leticia Gil, actual colega de equipa da Ester. (É curioso, que na época passada, a Leticia Gil ganhou em Balmaseda e 3 semanas depois ganhou também a 1ª Copa de Espanha. Se isto fosse um jogo de futebol, o cálculo das probabilidades e as apostas já estariam em cima da mesa :P)

A corrida terá inicio domingo por volta das 10h (9h na hora portuguesa), serão 3 voltas a um circuito de 35km e os resultados serão por mim publicados aqui no blog, assim que possível.

Um grande obrigado a todas as pessoas que têm enviado mensagens de apoio à Ester.

Cumprimentos,

Luís Bompastor

quarta-feira, 14 de abril de 2010

É para o que estamos...

Bom dia,

O dilema que se colocou em relação ao assunto seguidamente tratado nesta noticia foi se tal se tratava de um assunto que se devesse colocar num blog.
A resposta é sim!
Só tendo noção da realidade que nos rodeia é que podemos intervir e alterar aquilo (ou quem!) que está mal.

Transcrevo de seguida um mail enviado por mim ao presidente do Bike Clube de São Brás, referente ao liquidar dos prémios monetários da Ester, pelas classificações obtidas e gastos em deslocações decorrentes na época de 2009:

"Bom dia Pedro,

Venho, por este meio, demonstrar o nosso descontentamento em relação ao pagamento por vós efectuado, relativo à viagem da Ester a São Brás, aquando da prova da Taça de Portugal da época de 2009.

As facturas por nós apresentadas relativas a essa viagem representavam o gasto total e real que tivemos com essa viagem.
Foi por uma questão meramente logística que nos vimos impossibilitados de vos entregar facturas com as datas exactas do dia da corrida,facto que foi discutido com o Sr. Ludgero na mesma altura em que as facturas ficaram em suas mãos.
O facto de o Clube de São Brás não pagar os custos relativos a essa deslocação na totalidade, não constitui se não má vontade e falta de integridade da vossa parte.
Aliás, aqui fica o nosso convite, para que venham de carro passar um fim de semana a Vila do Conde por apenas 115€, valor por vocês, "autorizado a pagar"(!).

O cheque passado à Ester ontem, 11 de Abril de 2010, é relativo aos prémios da Taça de Portugal da época de 2009, certo?

Pergunto isto porque é também com enorme desagrado que vemos o desresponsabilizar da vossa parte em relação aos prémios monetários da Ester pelos resultados obtidos na Copa de Espanha.
A um ciclista é completamente indiferente que a responsabilidade do pagamento passe pelo director da equipa de ciclismo, na pessoa do Luís Nepomuceno ou pelo presidente do Clube de São Brás, o que realmente interessa é que o dinheiro chegue ao destino (principalmente no ciclismo amador).

Perdemos já a esperança que tais situações sejam regularizadas, contudo, não podíamos, de forma alguma, deixar passar em claro uma situação tão deplorável quanto esta.

Sem mais assunto,

Luís Bompastor"

-A resposta foi:

"Como já te tinha dito, quanto aos pagamentos, relativos a deslocações liquidei todas as facturas que me chegaram através dos directores desportivos, quanto aos prémios nacionais que recebi através da Federação Portuguesa de Ciclismo foi liquidado agora neste cheque, demorou algum tempo pois quis liquidar quando estivessem todas as atletas.
Quanto ás idas a Espanha terás de falar com o Luís Nepomuceno, pois ele é que tratava de toda a logística quando iam lá fora, sendo inclusive a morada dele que dava para envio de toda a burocracia envolvida numa deslocação dessas.
Para alem do mais, se havia uma atleta que eu pessoalmente simpatizava era com a Ester, pela qualidade como atleta e pelo esforço e agressividade competitiva que tem.
É pena que certas coisas tenham corrido menos bem sem ser culpa do clube, mas sim dos directores desportivos, num futuro muito em breve o Bike Clube S.Brás espera voltar a ter equipa de ciclismo feminino, mas de certeza sem o Luis Nepomuceno á frente da equipa.

--
Cumprimentos,
Pedro Santos"

-Recentemente tentamos (mais uma vez!) entrar em contacto com o Luís Nepomuceno para resolver esta situação mas do outro lado do telemóvel ninguém atendeu.
É de referir que os responsáveis pela equipa de ciclismo 4Life-Bike Clube de São Brás era o Sr. Luís Nepomuceno (director desportivo) e o Sr. Ludgero Coelho (director).


(foto: www.oribatejo.pt)


O ciclismo amador vive do gosto pela modalidade, dos resultados obtidos, dos títulos alcançados, dos muitos gastos que os/as atletas vão tendo com o desporto e dos pequenos prémios que vão recebendo os quais acabam por se revelar bastante úteis para abater algum dinheiro já despendido. Ainda assim, por todo o lado encontramos falta de integridade e profissionalismo.

Luís Bompastor

segunda-feira, 12 de abril de 2010

1ª prova da Copa de Espanha, Derio.

É já no próximo domingo que começa a Copa de Espanha, com prova inaugural em Derio, País Basco.

A Ester estará presente em representação da sua equipa Lointek e terá pela frente 105 km por terreno duro e montanhoso, característico do País Basco.

Luís Bompastor

(Site da prova: http://www.febici.com/doc/calendario.asp?mes=4&ano=2010&id=804#abajo )

Rescaldo do 2º fim de semana de competição.



Sábado de manha, pelas 7h30, a Ester sai de casa em direcção à Trofa, para correr a 1ª Maratona BTT FABA, com partida às 9h30.
Porém, não foi se não por volta das 10h e pouco que a prova teve inicio.
Toda a gente saiu "que nem um tiro", cheios de motivação para os 92 km que tinham pela frente, especialmente o campeão nacional de maratonas Luís Leão Pinto, que impôs a sua posição de vencedor desde os primeiros metros.
Não esmiuçando a enorme falta de organização da prova, tudo poderia ter corrido pelo melhor para a Ester, não tivesse sido uma aparatosa queda, ainda dentro dos primeiros 10 km de prova.
Não acostumada à dureza técnica do BTT a Ester deixou que a sua roda dianteira se pendesse num rego, logo numa das primeiras grandes descidas da prova, e caiu ficando um bocado mal tratada.
Uns betetistas que por lá passavam ainda a tentaram ajudar endireitado o guiador da bicicleta e tudo mais, ainda assim, a roda dianteira ficou consideravelmente empenada, impedindo que a Ester continuasse naquela bicicleta.
Passaram uns bons 30/40min até que um outro betetista (da BikeZone de Braga) passasse por ela e, como ele não ia continuar em prova, emprestou a sua bicicleta à Ester para que ela pudesse continuar.
Continuar em prova foi o segundo erro do fim de semana, porque as dores eram já bastante incomodativas, mas o avultado "prize money " para a primeira feminina eram suficientemente aliciantes.
A Ester fez ainda cerca de 75/80 km de competição, mas passadas 6h, depois de uma queda feia, uma queimadura solar valente e vários quilómetros feitos sozinha e perdida, achou que "tudo o que é demais é moléstia" e parou de pedalar.
Eram já 16h30.
Fui buscá-la de carro a Água Longa (já refugiada debaixo da tendinha da senhora da fruta, a quem já tinha cravado umas tantas laranjas :P) e fomos ter com a Ana Rocha e o Pedro Avelino a Trofa.

(Aproveito, desde já, para aqui deixar os nossos parabéns à Ana Rocha (CRC) não só pelo primeiro lugar nas femininas e o 7º lugar na geral da maratona, mas principalmente por ter conseguido concluir uma maratona tão dura.)

Trofa (17h).......Santo Tirso para trocar as bicicletas de BTT pelas de estrada e tomar banho (18h)........Mindelo para para ir ter com o Ramiro Campos (19h30)........ Partida em direcção ao Algarve (20h) (!).
Foram 6h30 bem longas de viagem, com apenas uma paragem no Fórum de Coimbra para jantar.
Chegamos ao apartamento do Ramiro Campos, em Vilamoura, às 2h45 da manha.

No domingo o relógio despertou bem cedo, ás 7h da manha (menos de 4h depois de nos termos deitado!).
Por volta das 8h e pouco chegamos à partida da prova de estrada, em Loulé, e enquanto a Ester e a Ana se preparavam para partir às 9h30, eu, o Ramiro e o Pedro fazíamos os últimos preparativos para a corrida.
As Ester e a Ana tinham pela frente 14 voltas a um circuito de 5km (70 km) em que a única dificuldade do dia parecia ser o vento.
Ás 9h30 a corrida começou.
As primeiras 4/5 voltas foram feitas a ritmo lento até que, através de um ataque da Anais Moniz, o pelotão se desfez e ficaram na frente as 6 ciclistas que iriam cortar a meta (Anais Moniz, Ester Alves, Catarina Anastácio, Mónica Santos, Magdalena Balana e Celina Carpinteiro).
A partir daí a única dificuldade da corrida foi apenas táctica.
As despesas da fuga ficaram todas a cargo da Ester e da Anais, tendo as duas ciclistas da equipa Frindus (Magdalena Balanea e Celina Carpinteiro), e a ciclista da Maxigym (Mónica) ficado na cauda do grupo durante toda a corrida.
O vento que se fazia sentir e, acima de tudo, o cansaço acumulado pela Ester na maratona do dia anterior e todo o desgaste provocado pela queda e pela queimadura solar impediram-na de conseguir disferir qualquer ataque que lhe permitisse fugir do grupo.
A corrida foi bastante monótona e desinteressante resumindo-se, então, ao último quilómetro.
Aí, as hostilidades foram aberta pela Anais Moniz que atacou um pouco antes da pequena subida que antecedia a meta.
A Ester arrancou logo de seguida com o grupo na sua roda, tentando fechar aqueles 20 metros que a separava da Anais, mas as forças faltaram, ficando a Anais com 2 ou 3 metros de vantagem no inicio da subida.
Foi nessa subida, a sensivelmente 500m da meta, que as restantes ciclistas enfrentaram o vento de frente pela primeira vez e arrancaram.
A curva e o estreitar da avenida onde estava instalada a meta não permitiu que, do carro da equipa (ASC-Vila do Conde) se pudesse ver devidamente a chegada.
A meta foi cortada pela Celina Carpinteiro em primeiro lugar, segundo lugar para a Anais Moniz, terceiro lugar para a Mónica Santos e quarto lugar para a Ester.

(Mais uma vez, aqui deixamos os parabéns à colega de equipa da Ester, Ana Rocha, pela grande evolução que tem vindo a demonstrar e que, desta vez, na sua terceira corrida de estrada, mostrou já maior à vontade dentro do pelotão.
A Ana ficou impedida de concluir a prova a duas voltas do fim devido a uma queda provocada por uma outra ciclista.
As Melhoras, Ana!
E porque não, os nossos parabéns à Anais Moniz, pela notória evolução que tem demonstrou ao nível do ciclismo de estrada.)

Finda a corrida, as ciclistas foram tomar banho, almoçamos, e pelas 16h estávamos de viagem, sentido a Vila do Conde

Foi o primeiro fim de semana de provas nacionais, um fim de semana duro para todos (principalmente para as ciclistas, naturalmente) e que, como é obvio, não correu da melhor forma. Contudo, serviu para ter a noção do que há a melhorar em termos de organização da equipa e das dificuldades que a Ester e a Ana irão encontrar ao nível táctico, nas provas nacionais.

Para terminar, deixamos aqui o nosso enorme agradecimento à equipa ASC-Vila do Conde, na pessoa do Ramiro Campos e do Pedro Avelino, por toda a disponibilidade e todo o apoio prestado.
Tudo será feito para que a próxima prova nacional e primeira prova da Taça de Portugal de Femininas no dia 2 de Maio, corra de uma forma mais positiva.

Luís Bompastor

sexta-feira, 9 de abril de 2010

1ª Maratona BTT FABA



Olá,

Esta é a bicicleta que utilizarei amanha na 1ª Maratona BTT FABA.

Mais uma vez tenho de agradecer à BikePoint -Loja de Bicicletas-, particularmente ao Sr. Alberto Dias, pelo apoio.
O ciclismo feminino carece ainda de muito apoio e o que nos vai valendo são os amigos.

Ester Alves

P.S.: Ah, e não me posso esquecer do Tiago Bompastor! Muito obrigada pelos sapatos, Tiago :)

Masters do CDC-Navais competem na Galiza



A equipa de Masters do CDC-Navais participa amanha numa competição na visinha Espanha.

Desejamos muito boa sorte a todos e aguardamos pela noticia dos bons resultados.

Luís Bompastor e Ester Alves

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Manuel Zeferino




Aproveitamos este espaço para expressar o nosso apoio ao Manuel Zeferino nesta fase complicada.

Um abraço,

Ester Alves e Luís Bompastor

segunda-feira, 5 de abril de 2010

"Ciclismo a Fondo"

Olá,

Que agradável surpresa quando hoje, a meio do treino, recebo uma chamada do Sr. David Gonzalez a pedir um minuto do meu tempo para dar uma entrevista para a revista espanhola "Ciclismo a fondo".
Pedi-lhe que ligasse um pouco mais tarde e às 16h lá estava o telemóvel a tocar.
No meu espanhol extremamente luso (eh eh eh!) lá falamos um pouco de onde vim, onde estou e para onde tenciono ir.

Desde já o meu muito obrigado à Ciclismo a Fondo pela atenção e garanto, que no final de Abril, tentarei ser a primeira a comprar a revista :)

Ester Alves

P.S.: Também têm um site, visitem: http://www.ciclismoafondo.es.

sábado, 3 de abril de 2010

Jornada Dupla -10 e 11 de Abril-

Boa dia,

Aproveitando um dos últimos fins de semana "relaxados" dos próximos tempos, fazem-se já as inscrições e os preparativos para as futuras competições a participar.

O fim de semana de 10 e 11 de Abril reserva uma jornada dupla para a Ester:

No sábado, dia 10, a Ester irá participar na "1ª Maratona BTT FABA" com os aliciantes 500€ de prémio para a primeira atleta feminina (e 5000€ para o primeiro atleta masculino).
A Ester partirá de Santo Tirso, juntamente com a sua colega Ana Rocha, numa prova que se espera interessante do ponto de vista organizativo visto que os atletas poderão escolher o ponto de partida (Trofa, Santo Tirso ou Paços de Ferreira) e os 80Km serão corridos num formato de contra-relógio.

(Site da prova: http://www.maratonabttfaba.com/)

No domingo, dia 11, a Ester irá correr a Prova de Abertura das Femininas, no Algarve.
O grande destaque vai para o facto de ser a primeira prova em que a Ester irá cumprir com os compromissos assumidos para esta época, correndo cedida à equipa vilacondense ASC-Vila do Conde, envergando, desta feita, a camisola dessa mesma equipa.
A Ester irá representar a ASC-Vila do Conde em todas as provas nacionais tendo como colega de equipa a promissora ciclista Ana Rocha, de quem se espera uma grande evolução durante a época de 2010.
Ainda que com local ou o percurso desconhecido (pelo menos da nossa parte) a prova é aguardada com grande expectativa já que marca o arranque das competições nacionais.


Luís Bompastor

sábado, 27 de março de 2010

"Vini, Vidi, Vincit"




Ester Alves abre a época em pleno ganhando isolada a primeira prova do Torneo Euskaldun, Balmaseda.

As primeiras três voltas a um circuito de 14,5km (43km) foram feitas a um ritmo vivo, com vários ataques, principalmente por parte das atletas juniores que terminavam a sua prova findas as três voltas. Aí, o pelotão elite saía do circuito, tendo pela frente três contagens de montanha de dificuldade elevada, com meta instalada na cidade de Balmaseda.
Foi logo na primeira contagem de montanha que a Ester, impondo o seu ritmo, deixou para trás as restantes ciclistas.
Enfrentou, então, as restantes contagem de montanha num verdadeiro contra-relógio, chegando à meta isolada com cerca de 50 segundos para a sua colega de equipa (Lucia González), segunda classificada.

Mesmo com todas as dificuldades e obstáculos a Ester consegue iniciar a época da melhor maneira, investindo, assim, na sua credibilidade para com a equipa mas, acima de tudo, investindo em grande na sua própria motivação para o resto da época.

Parabéns Ester!

Luís Bompastor

(http://www.biciciclismo.com/cas/site/feminas.asp)

quinta-feira, 25 de março de 2010

"Semana pré-competição"

A semana que antecede a primeira competição (ou todas!) é sempre de uma dificuldade acrescida.

Ou é o tempo de inverno, que deita a baixo a moral e faz qualquer ciclista pensar que não anda nada porque não passa dos 28 Km/h, ou é uma constipaçãozita, que nos faz dormir mais do que o normal e andar mais "entupidos", ou até um atraso na licença desportiva, que só se resolve um ou dois dias antes da prova. Tudo parece resultar em mais um obstáculo fatal e impossível de resolver.

Felizmente, com um empurrãozinho daqui e daculá, as coisas vão andando para a frente rumo ao dia da prova. E só nesse dia, após o tão aguardado tiro de partida, é que aquela impressão na barriga desaparece e dá lugar ao fruto do todo o sofrimento passado nos treinos.

Assim é hoje e assim será sempre, enquanto o ser humano continuar a ousar enfrentar os seus próprios limites, as suas próprias limitações e as suas próprias fraquezas.

E no dia da corrida..... NÃO HÁ DESCULPAS!

Luís Bompastor

segunda-feira, 22 de março de 2010

TORNEO EUSKALDUN BALMASEDA -27/03/10, Sábado-

É já dia 26 de Março, 6ª-feira, que a Ester parte para Bilbau para correr a primeira corrida do Torneo Euskaldun, em Balmaseda, e a sua primeira corrida da temporada.

A Ester encontrará pela frente 70 Km em terreno acidentado, típico da região, e terá como adversárias as principais atletas de Espanha.
Na época anterior esta corrida foi ganha por Leticia Gil, actual colega de equipa da Ester e esperamos que a Lointek possa bisar agora na época de 2010.

http://www.fvascicli.com/aurten/index.php?opcion=8&idioma=

(Luís Bompastor)

quinta-feira, 11 de março de 2010

Calendário 2010

Bom dia,

Aqui vos deixo o calendário da Ester para esta época.

"CALENDARIO TEMPORADA 2010
(ESTER)


27/03 TORNEO EUSKALDUN BALMASEDA (BILBAO)

18/04 G.P. TXORI ERRI (DERIO – BILBAO) Copa España

08/05 CRI TROFEO RAFEL FABRA (GIRONA) Copa España

09/05 TROFEO RAFEL FABRA (GIRONA) Copa España

15/05 G.P. SAN ISIDRO (MADRID) Copa España

22/05 TORNEO EUSKALDUN SOPELANA (BILBAO)

23/05 TORNEO EUSKALDUN ARRIBE (BILBAO)

08/06 DURANGO DURANGO EMAKUMEEN SARIA (BILBAO)

10-13/06 IURRETA EMAKUMEEN BIRA (BILBAO) ¿?

22-25/07 TOUR LIMOUSIN

07-15/08 ROUTE FRANCE ¿?

14-19/09 GIRO DELLA TOSCANA"

(Logo que possível tentarei coloca-lo no blog de uma forma... visualmente mais agradável e incluirei, também, as provas nacionais.)

Luís Bompastor

domingo, 7 de março de 2010

Competições à porta.


Enquanto aguarda pela confirmação do seu calendário de provas a Ester continua a treinar com a mesma alegria de sempre. (Se bem que agora com um equipamento bem mais bonito :P)

Já tendo em sua posse o calendário geral da equipa a Ester aguarda agora pelo seu calendário e para saber se terá como primeira competição da época a primeira prova do "Torneo Euskaldun" em Balmaseda no dia 27 de Março ou se começará com a primeira prova da Copa do Mundo no dia 28 do mesmo mês, o "Trofeo A. Binda".

Independentemente da prova em que participar a Ester aguarda com muita vontade pela primeira prova ao serviço da sua nova equipa.

Luís Bompastor

quinta-feira, 4 de março de 2010

Constituição Oficial da Equipa Lointek (site: UCI)

Bom dia,

O nome da Ester consta já na lista oficial da equipa Lointek no site da UCI (http://www.uci.ch/templates/BUILTIN-NOFRAMES/Template1/layout.asp?MenuId=MTU4MTU&LangId=1), visitem!

Luís Bompastor

terça-feira, 2 de março de 2010

www.biciciclismo.com



"FÉMINAS
martes, 02 de marzo de 2010

La portuguesa Esther Perera, último refuerzo del Lointek-SD Ugeraga
El equipo Lointek-SD Ugeraga, Elite Uci femenino, cierra su plantilla con el fichaje de la corredora portuguesa Esther Perera Do Santos, nacida en 1981. Corredora que en su palmarés tiene entre otros triunfos los logrados en los campeonatos de su país tanto en ruta como en crono, y en nuestro territorio la carrera de Zamora de la copa de España.

Disputando también los mundiales de ambas especialidades en 2009, con este fichaje se potencia el equipo para la temporada 2010 tanto en territorio español como en el extranjero ya que el día 21 de marzo debutan en Francia (Cholet ) para desplazarse a Italia (Copa del Mundo) el fin de semana del 27 de marzo.

Esther se mostró satisfecha este fin de semana en la localidad vizcaína de Sopelana (donde recogió el material) por el calendario a disputar, así como por el nivel del equipo.

Fuente: SD Ugeraga"

http://www.biciciclismo.com/cas/site/noticias-ficha.asp?id=23416

segunda-feira, 1 de março de 2010

Primeiro rescaldo do fim de semana em Bilbau.



Enquanto a Ester não encontra uns minutinhos para vos contar como foi o fim de semana com a equipa em Bilbau, aqui vos deixo mais algumas novidades:

A Ester terá a sua primeira corrida ao serviço da Lointek ainda no final do mês de Março, numa pequena corrida em Bilbau.
Em Abril será, então, o grande arranque com 3 provas, provas estas que ainda não sabemos ao certo quais serão.

De uma forma geral, o presidente da Sociedad de Ciclismo de la S.D.Ugeraga, Emilio Ramos, garantiu já à Ester que a equipa irá estar presente com as melhores atletas em competições como Copas de Espanha, Tour de França, Giro da Toscana, Giro d´Italia, etc, sendo que a presença da Ester nas competições mais importantes irá depender, como é natural, da sua forma física e prestações nas corridas que fará até lá.

Uma curiosidade é a possibilidade de a Ester vir a participar em algumas competições de ciclismo de pista, visto ser uma modalidade com bastante tradição nesta zona de Espanha.

O primeiro contacto com o presidente do clube e com a directora da equipa, Loli Sansano, foi bastante positivo.
O treino realizado no domingo com os juniores e com uma colega de equipa foi também bastante agradável.
Agora aguardamos com grandes expectativas pelo aproximar das primeiras competições.

Luís Bompastor.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Ester Alves na LOINTEK (Equipa UCI)


É oficial: A Ester irá representar a equipa Basca LOINTEK na época de 2010!!!

Após uma pré-época marcada pela indecisão a Ester acabou por assinar contrato hoje com a LOINTEK.
Trata-se de uma das três melhores equipas espanholas, sendo uma das 27 equipas profissionais femininas da UCI.
A Ester terá em 2010 um segundo ano a correr entre as melhores ciclistas do mundo e, com maior número de participações em corridas UCI, espera-se que continue a evoluir como tem evoluído e que nos continue a contemplar com valorosas prestações nas competições além fronteiras.

Citando o site www.biciciclismo.com: "Las bicis serán las italianas SWICH con Sram-Red; la ropa de competición y de paseo, Carleti-Sportivo; y los cascos y las gafas de competición, Spiuk (cascos Spiuk-Daggon y gafas Spiuk Torsion)"

O calendário não está ainda bem definido mas está previsto começar a época em Abril com 3 competições no estrangeiro.

A Ester volta de Bilbau amanha pelas 22h50 e trará, certamente, mais noticias e curiosidades que serão publicadas no blog assim que possível.

Luís Bompastor

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Treino de 18/02/10


Aqui está uma foto fresquinha tirada ontem às 19h, no final do treino:

Eu fui dar a volta pelo Freixo Grande, Ponte de Lima, e o Luís foi correr.
A cauda no fundo da foto é do Eddie que se recusou a ceder os seu direitos de imagem e fugiu da fotografia :)

Ester Alves

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O Remo.

Bom noite,

Como prometido aqui estou eu para vos contar como tudo isto começou...

Já diz a frase que “...an apple doesn´t fall far from the tree...” e eu não fui excepção. O meu pai, professor de línguas clássicas (Português, Latim e Grego), com muitos anos de formação católica, sempre me incentivou e apoiou muito na vida escolar e académica. Não só a mim como à minha irmã.

Na verdade nunca encontrou na nossa educação uma árdua tarefa já que apenas o seu exemplo servia para que nós próprias adquirisse-mos o gosto pela leitura, pelo estudo e pela dedicação.

Acabado o ensino secundário, e tendo a Inês optado pela Medicina Veterinária, eu vi na Biologia um ramo que me cativava.

Nos meus cinco anos de licenciatura na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto a minha vida não fugia muito da mesma rotina diária: Uma carga horária lectiva daquelas, muitas horas passadas na biblioteca da faculdade na silenciosa companhia dos livros e, ao fim do dia, a companhia da Inês e das outras colegas do lar de Santa Clara.

Nessa altura, toda aquela energia acumulada nas horas de aulas e estudo eram gastas pelas ruas do porto em longas caminhadas que uniam a Praça dos Leões ao pólo de Biologia no Campo Alegra.

Não foi se não em 2003, já a dormir diariamente em casa dos meus pais, que decidi deslocar-me ao Clube Fluvial Vilacondense com a intenção de praticar Vela. (Sim, vela. Aquele desporto em que nos sentamos num barco à espera que o vento faça todo o trabalho para nos deslocar)

Quem lá encontrei foi o Sr. Joaquim que me disse: “Olhe que o treinador da Vela não está cá. Mas fale ali com o Camisa, que é um dos treinadores do remo, que ele também a pode ajudar”

Foi falar com o Camisa.

Ele ficou muito espantado quando me perguntou a idade e lhe respondi “vinte e dois anos” mas disse: “Bem, aparece amanha que está aqui o professor Santos, que é o treinador do Remo e podes começar a treinar”.

Bastou o primeiro treino para me convencer: Um treininho daqueles de pré-época com corrida pela praia, sprints na areia, sobe muro, desce muro, carrega com colegas às costas, mergulho no mar........fiquei satisfeita!

Os meses foram passando e se o meu “talento” no domínio da técnica de remada deixava muito a desejar, sempre fui muito esforçadinha e aos poucos fui evoluindo.

Devo muito às colegas com quem remei. Desde a Andreia e aqueles fantásticos treinos de double-skull, ao quatro-skull maravilha (e as suas discussões) com a Deda, Elisabete e Ana a quem devo grande parte dos títulos nacionais nesta modalidade até aos treinos com a Jane, por quem tenho uma admiração enorme. Foram todas fases que não trocava por nada deste mundo.

Em 2005 fui chamada à selecção nacional.

O nível das femininas no remo não é propriamente muito alto mas com os escassos apoios e com as condicionantes que algumas de nós tínhamos a nível profissional fizemos o melhor possível


(Eu sou a remadora da proa, mais à direita na imagem)

Foi-me dada a oportunidade de participar em algumas competições internacionais como Taças do Mundo e um Campeonato do Mundo (primeiro na tripulação de quatro-skull e depois em double-skull). Cheguei mesmo a integradar o Projecto Olímpico “Pequim 2008” recebendo uma bolsa do IDP (nível 4).

O que não posso deixar de fazer referência é que foi aqui, na Selecção Nacional de Remo, que tive o primeiro contacto com os verdadeiros e verdadeiras atletas de alta competição. Pessoas que, como eu, precisam do desporto para viver e para se sentirem bem.

Isto abriu-me bastante os horizontes e ajudou-me a nunca pensar que “já faço muita coisa” mas que há ainda TANTO por fazer.

Foi então que num banal fim de semana, quando ia de bicicleta para um treino de remo no rio Douro, aconteceu algum que mudaria por completo o rumo da minha vida.

Fui interpelada por um senhor que se apresentou como José Dias, treinador das femininas da equipa CC Spol CaixaNova, e que me ofereceu um chapéu da equipa. Perguntou-me se não gostava de fazer corridas de ciclismo e combinou comigo um encontro no dia seguinte, para me falar um pouco mais sobre a equipa.

Fiquei entusiasmadíssima e no dia seguinte lá fui com o Luís ter com o Sr. Dias à hora e no local combinado.

Disse que sim a tudo e foi nesse dia que começou a minha vida no ciclismo...

Ester Alves

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Os meus agradecimentos.

Bom dia,

Antes de vos falar um pouco sobre o meu percurso desportivo decidi dedicar algumas palavras a quem me tem apoiado nestes últimos tempos pois é a essas pessoas que devo a possibilidade de continuar no mundo do ciclismo e são essas pessoas que me têm ajudado a chegar sempre um bocadinho mais longo, independentemente das dificuldades.

Seguindo uma ordem cronológica, começo por agradecer ao amigo Manuel Zeferino:

Foi no inicio da época de 2009 que comecei a treinar com o grupo do Zeferino.

Fiquei desde o primeiro dia apaixonada pela forma de treinar, pela garra, pela dureza dos treinos e, tendo na altura uma vida profissional que me permitia, comecei a treinar com o grupo todas as manhas.

Quando em Agosto fui chamada para os Campeonatos do Mundo de estrada em Mendrísio, Suíça, o Zeferino ofereceu-se para orientar os meus treinos por forma a eu fazer as séries e os treinos adequados às dificuldades que lá ia encontrar.

Só quem já sofreu anos e anos em cima de uma bicicleta sabe o que é preciso para se chegar mais longe e segui os seus conselhos o melhor que soube e pude.

Desde aí que tenho tido todo o apoio necessário, não só do Zeferino e dos seus conselhos, mas da companhia e da amizade do Berto Dias, do Eng. Aires Pereira (a quem volto a agradecer a “cabra voadora” que me emprestou para participar nos Campeonatos Nacionais de contra-relório) e a todos os ciclistas do grupo, que todos os dias saem para a estrada faça chuva ou sol, não pelo dinheiro nem pela gloria, mas pelo prazer de andar de bicicleta e pela “necessidade” de chegar todos os dias a casa um bocadinho cansado.

Em seguida, o ginásio e spa SPUMP-Health Club & SPA:

Já há cerca de três anos que tenho o SPUMP (e as aulas de SPINNING) como o meu ginásio de eleição.

A convite do Miguel Carmo fui pela primeira vez a uma aula de SPINNING dada pelo professor João Valente.

Foi DUUURO!!!

No dia seguinte inscrevi-me no ginásio e comecei a treinar lá sempre o “São Pedro” ou o trabalho não permitisse ir para a estrada.

Passados 3 anos lá continuo.

No SPUMP vive-se um ambiente praticamente familiar. Desde o “Olá Ester!” dado pela Susana até à curta conversa com a simpática Carina, que sem descanso limpa o suor do nosso esforço.

Pela altura em que foi tornada publica a minha participação nos Campeonatos do Mundo, e que tive alguma projecção ao nível da imprensa, fruto de ser a primeira mulher em quinze anos a participar num Campeonato do Mundo (a última foi a ciclista Ana Barros que, embora nunca tenha tido a oportunidade de a conhecer, sei que foi a maior ciclista feminina que algum dia correu em Portugal, com lugares de destaque em provas como campeonatos do mundo e jogos Olímpicos) aproveitamos esse aumento de visibilidade para “assinar” uma parceria entre mim e o SPUMP.

Desta forma, foram-me abertas as portas do ginásio de uma forma gratuita, em troca de toda a visibilidade que eu lhes pudesse oferecer.

Não me esquecerei do compromisso assumido e esforçar-me-ei por levar o nome SPUMP o mais longe possível.

O terceiro apoio será o Município de Vila do Conde, por intermédio da equipa ASC- Vila do Conde, porém, estando este apoio relacionado com a “aventura da próxima época” que eu já mencionei na mensagem anterior, deixarei a explicação deste apoio para dia 28 de Fevereiro :)

Há ainda algumas pessoas que foram e serão para sempre pedras basilares em tudo o que eu fiz e possa vir a fazer não só no desporto mas na vida:

Ao amigo Mário Bompastor, pelas palavras de apoio, pelo apoio material, pela presença incondicional, pela paciência, pelos velcros mal colados e pela roupa misturada :);

Ao Luís.....sem ti nada disto era possível;

MUITO OBRIGADO!

Ester Alves