segunda-feira, 12 de abril de 2010

Rescaldo do 2º fim de semana de competição.



Sábado de manha, pelas 7h30, a Ester sai de casa em direcção à Trofa, para correr a 1ª Maratona BTT FABA, com partida às 9h30.
Porém, não foi se não por volta das 10h e pouco que a prova teve inicio.
Toda a gente saiu "que nem um tiro", cheios de motivação para os 92 km que tinham pela frente, especialmente o campeão nacional de maratonas Luís Leão Pinto, que impôs a sua posição de vencedor desde os primeiros metros.
Não esmiuçando a enorme falta de organização da prova, tudo poderia ter corrido pelo melhor para a Ester, não tivesse sido uma aparatosa queda, ainda dentro dos primeiros 10 km de prova.
Não acostumada à dureza técnica do BTT a Ester deixou que a sua roda dianteira se pendesse num rego, logo numa das primeiras grandes descidas da prova, e caiu ficando um bocado mal tratada.
Uns betetistas que por lá passavam ainda a tentaram ajudar endireitado o guiador da bicicleta e tudo mais, ainda assim, a roda dianteira ficou consideravelmente empenada, impedindo que a Ester continuasse naquela bicicleta.
Passaram uns bons 30/40min até que um outro betetista (da BikeZone de Braga) passasse por ela e, como ele não ia continuar em prova, emprestou a sua bicicleta à Ester para que ela pudesse continuar.
Continuar em prova foi o segundo erro do fim de semana, porque as dores eram já bastante incomodativas, mas o avultado "prize money " para a primeira feminina eram suficientemente aliciantes.
A Ester fez ainda cerca de 75/80 km de competição, mas passadas 6h, depois de uma queda feia, uma queimadura solar valente e vários quilómetros feitos sozinha e perdida, achou que "tudo o que é demais é moléstia" e parou de pedalar.
Eram já 16h30.
Fui buscá-la de carro a Água Longa (já refugiada debaixo da tendinha da senhora da fruta, a quem já tinha cravado umas tantas laranjas :P) e fomos ter com a Ana Rocha e o Pedro Avelino a Trofa.

(Aproveito, desde já, para aqui deixar os nossos parabéns à Ana Rocha (CRC) não só pelo primeiro lugar nas femininas e o 7º lugar na geral da maratona, mas principalmente por ter conseguido concluir uma maratona tão dura.)

Trofa (17h).......Santo Tirso para trocar as bicicletas de BTT pelas de estrada e tomar banho (18h)........Mindelo para para ir ter com o Ramiro Campos (19h30)........ Partida em direcção ao Algarve (20h) (!).
Foram 6h30 bem longas de viagem, com apenas uma paragem no Fórum de Coimbra para jantar.
Chegamos ao apartamento do Ramiro Campos, em Vilamoura, às 2h45 da manha.

No domingo o relógio despertou bem cedo, ás 7h da manha (menos de 4h depois de nos termos deitado!).
Por volta das 8h e pouco chegamos à partida da prova de estrada, em Loulé, e enquanto a Ester e a Ana se preparavam para partir às 9h30, eu, o Ramiro e o Pedro fazíamos os últimos preparativos para a corrida.
As Ester e a Ana tinham pela frente 14 voltas a um circuito de 5km (70 km) em que a única dificuldade do dia parecia ser o vento.
Ás 9h30 a corrida começou.
As primeiras 4/5 voltas foram feitas a ritmo lento até que, através de um ataque da Anais Moniz, o pelotão se desfez e ficaram na frente as 6 ciclistas que iriam cortar a meta (Anais Moniz, Ester Alves, Catarina Anastácio, Mónica Santos, Magdalena Balana e Celina Carpinteiro).
A partir daí a única dificuldade da corrida foi apenas táctica.
As despesas da fuga ficaram todas a cargo da Ester e da Anais, tendo as duas ciclistas da equipa Frindus (Magdalena Balanea e Celina Carpinteiro), e a ciclista da Maxigym (Mónica) ficado na cauda do grupo durante toda a corrida.
O vento que se fazia sentir e, acima de tudo, o cansaço acumulado pela Ester na maratona do dia anterior e todo o desgaste provocado pela queda e pela queimadura solar impediram-na de conseguir disferir qualquer ataque que lhe permitisse fugir do grupo.
A corrida foi bastante monótona e desinteressante resumindo-se, então, ao último quilómetro.
Aí, as hostilidades foram aberta pela Anais Moniz que atacou um pouco antes da pequena subida que antecedia a meta.
A Ester arrancou logo de seguida com o grupo na sua roda, tentando fechar aqueles 20 metros que a separava da Anais, mas as forças faltaram, ficando a Anais com 2 ou 3 metros de vantagem no inicio da subida.
Foi nessa subida, a sensivelmente 500m da meta, que as restantes ciclistas enfrentaram o vento de frente pela primeira vez e arrancaram.
A curva e o estreitar da avenida onde estava instalada a meta não permitiu que, do carro da equipa (ASC-Vila do Conde) se pudesse ver devidamente a chegada.
A meta foi cortada pela Celina Carpinteiro em primeiro lugar, segundo lugar para a Anais Moniz, terceiro lugar para a Mónica Santos e quarto lugar para a Ester.

(Mais uma vez, aqui deixamos os parabéns à colega de equipa da Ester, Ana Rocha, pela grande evolução que tem vindo a demonstrar e que, desta vez, na sua terceira corrida de estrada, mostrou já maior à vontade dentro do pelotão.
A Ana ficou impedida de concluir a prova a duas voltas do fim devido a uma queda provocada por uma outra ciclista.
As Melhoras, Ana!
E porque não, os nossos parabéns à Anais Moniz, pela notória evolução que tem demonstrou ao nível do ciclismo de estrada.)

Finda a corrida, as ciclistas foram tomar banho, almoçamos, e pelas 16h estávamos de viagem, sentido a Vila do Conde

Foi o primeiro fim de semana de provas nacionais, um fim de semana duro para todos (principalmente para as ciclistas, naturalmente) e que, como é obvio, não correu da melhor forma. Contudo, serviu para ter a noção do que há a melhorar em termos de organização da equipa e das dificuldades que a Ester e a Ana irão encontrar ao nível táctico, nas provas nacionais.

Para terminar, deixamos aqui o nosso enorme agradecimento à equipa ASC-Vila do Conde, na pessoa do Ramiro Campos e do Pedro Avelino, por toda a disponibilidade e todo o apoio prestado.
Tudo será feito para que a próxima prova nacional e primeira prova da Taça de Portugal de Femininas no dia 2 de Maio, corra de uma forma mais positiva.

Luís Bompastor

1 comentário:

  1. :) A musica que mais se adapta a mulher que contra tudo e todos decide ir fazer um contra-relogio individual contra um pelotao inteiro... mesmo tendo feito 6 horas de monte e muitas quedas no dia anterior...

    http://www.youtube.com/watch?v=aJmr5CKY73M

    :) bons treinos campea....
    Pedro Avelino Silva

    ResponderEliminar